Sobre o uso de cookies

Programa Empregabilidade

O Programa Empregabilidade tem por principais objectivos desenvolver o ganho das competências sociais e de autonomia funcional para a integração e inclusão em contexto profissional e social

A APSA – Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger, através do seu projeto Casa Grande, promove parcerias com Empresas, disponibilizando um Programa Empregabilidade que tem por principais objectivos desenvolver o ganho das competências sociais e de autonomia funcional para a integração e inclusão em contexto profissional e social.

Destina-se a jovens/adultos com Síndrome de Asperger (SA), maiores de 18 anos, com o objectivo de os capacitar para a inclusão na vida social e profissional. O trabalho de intervenção com cada jovem/adulto é realizado por uma equipa multidisciplinar de profissionais, que de acordo com o perfil individual de funcionalidade planeia uma intervenção adaptada a cada um.

Constitui prioridade para a APSA contribuir para a autodeterminação e integração profissional das pessoas com Síndrome de Asperger (SA). Daí o desenvolvimento de parcerias com as empresas e instituições público-privadas que permitam a formação e experiências em contexto laboral levando à real integração no mercado de trabalho.

É por isso um sério apelo à Responsabilidade Social das Empresas para que acolham e integrem em todo o seu esplendor pessoas com SA, revelando abertura à diversidade e ao verdadeiro sentido de inclusão, bem como estará também em linha com o cumprimento da Lei nº 4/2019 no que respeita às quotas. Esta inclusão estará também a valorizar a igualdade de oportunidades e as capacidades individuais destas pessoas, contribuindo para a sua autodeterminação e autonomia, construindo assim uma sociedade mais justa e solidária.

A APSA, em 2015, criou e registou a marca Empresa Receptiva que é um selo de receptividade, acolhimento e integração em todas as suas dimensões, destinado às empresas que adiram ao Programa Empregabilidade. Em 2019 foi assinada uma Carta Compromisso com as 15 Empresas Receptivas da APSA, constituindo assim uma Rede formando um compromisso sólido para com a inclusão.

Em 2020 adaptamos o nosso modelo de empregabilidade face às novas circunstâncias e necessidades do mercado. Pré-definimos dois perfis, um perfil “Leap” que traduzido significa “Salto” onde o jovem poderá dar o seu contributo à empresa durante um determinado período de tempo, mas esta não terá obrigatoriedade de se vincular e de lhe dar continuidade. Já no perfil “Grow” está ligado diretamente a um Estado de Maturação mais sólido, com um perfil de funcionalidade especifico, em que a empresa no momento em que seleciona o jovem assume o compromisso de um vinculo, um compromisso de continuidade com ele.

LEAP

De acordo com o Estado de Maturação

  • Níveis de Aptidão
  • Perfil de funcionalidade.
  • Modalidade de Integração flexível

GROW

De acordo com o Estado de Maturação

  • Níveis de Aptidão
  • Perfil de funcionalidade específico.
Modalidade de Integração inicial flexível

Inovação

 O Programa Empregabilidade da APSA é inovador na medida em que a mediação técnica especializada é transversal e sistémica a todas as fases do processo de integração na empresa, bem como da tríade FAMÍLIA | JOVEM | COMUNIDADE. Os factores críticos de sucesso deste programa pautam-se pelo desenho de um perfil individualizado de cada pessoa com SA, que é continuamente acompanhado, traduzindo-se numa adequação entre as suas características e as necessidades das empresas.

 

 

Mediação Técnica Especializada

 Esta intervenção é totalmente mediada por técnicas especializadas, capacitadas para as características da SA, sendo um grande apoio para a pessoa com SA e para a equipa de acolhimento da empresa, facilitando a integração em contexto de trabalho e o sucesso da inclusão. Este acompanhamento é transversal em todas as fases tais como:

  • Processo de recrutamento e seleção;
  • Entrevista;
  • Triagem do ambiente e espaço físico;
  • Trabalho com equipa de acolhimento;
  • Formação e capacitação dos colaboradores das empresas.

Em qualquer dos perfis de integração (Leap / Grow) as empresas devem estar cientes que a inclusão de todas as pessoas com SA tem como objetivo a sua autodeterminação e autonomia, como tal devem ser igualmente abrangidas pelo seu direito à remuneração como todos os outros colaboradores da empresa.

Image

Testemunhos de Empresas

Conheça as empresas e pessoas que colaboram connosco neste programa

Accenture - Consultores de Gestão S.A.

Quem Somos

A APSA – Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), sem fins lucrativos, que nasceu em Lisboa, a 7 de Novembro de 2003, por vontade de um grupo de pais. Assumimos como Missão: Promover o apoio e a integração social das pessoas com Síndrome de Asperger (SA), favorecendo as condições para uma vida autónoma e mais digna.

Newsletter

Receba todas as novidades por e-mail. Clique aqui para subscrever.

Eventos

Agosto 2020
Se Te Qu Qu Se Sa Do
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6