Hoje, dia 13 de julho, a fantástica artista Marisa Liz visitou as instalações da Casa Grande, com o objetivo de proporcionar um momento de convívio e boa disposição entre os jovens e os colaboradores. 

Foi uma tarde bastante descontraída e divertida onde a artista conheceu as instalações da Casa Grande e teve o privilégio de ouvir os nossos jovens cantarem-lhe duas canções! 

Seguiu-se um momento de distribuição de autógrafos que também permitiu tirar fotos com a vocalista dos Amor Electro.

No final foi tirada uma foto de grupo.

Hoje foi um dia importante para um dos jovens da Casa Grande!

O André Lemos teve a excelente oportunidade de ir à Rádio Radar gravar a sua "Hora do Bolo". "A Hora do Bolo" é um programa desta rádio que junta as suas músicas preferidas numa playlist de uma hora. Saiba mais aqui: http://radarlisboa.fm/a-hora-do-bolo/ 

Esta atividade contribui para o bom desenvolvimento de competências sociais, autonomia, poder de decisão, pensamento criativo, entre outras qualidades e capacidades através dos gostos pessoais do André.

Esteja atento à emissão de Sábado dia 21 e Domingo dia 29 às 17h e segunda feira dia 23 às 23h, para conhecer a playlist fantástica que o André preparou para todos os ouvintes! (Rádio Radar - 97.8 FM)

Divulgamos algumas fotografias da nossa Festa de Verão que se realizou no dia 30 de Junho. 

Foi uma tarde cheia de animação e com boa disposição à mistura! Obrigada a todos os participantes e aos que contribuíram para que este dia fosse um sucesso!

 

 

Informamos que já estão disponíveis os resultados do Inquérito às Instituições de Ensino Superior e respetivas Unidades Orgânicas sobre necessidades educativas especiais – 2017/18.

De acordo com o relatório divulgado:

  • 1644 alunos com necessidades educativas especiais estão inscritos em instituições de ensino superior
  • diplomaram-se em 2016/17 303 estudantes com necessidades educativas especiais em estabelecimentos de ensino superior, 61% dos quais em licenciaturas
  • 56,3% das instituições de ensino superior possuem regulamentação para alunos com necessidades educativas especiais
  • existem Serviços de Apoio em 45,5% das instituições de ensino superior e em 50,1% das unidades orgânicas
  • 98,5% das unidades orgânicas organizam transportes adaptados com regularidade para trajetos específicos ou em situações pontuais.

O Inquérito às Instituições de Ensino Superior e respetivas Unidades Orgânicas sobre necessidades educativas especiais – 2017/18 surge no âmbito do programa Inclusão para o Conhecimento, criado pela área governativa da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior em articulação com a Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) e a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

Este programa tem como objetivos promover condições adequadas à inclusão de pessoas com necessidades especiais em termos de formação, desempenho de atividades docentes e de investigação, de participação ativa na vida académica, social, desportiva e cultural, e acesso geral ao conhecimento no contexto das Instituições de Ensino Superior e do Sistema Científico e Tecnológico Nacional.

Em consonância com o compromisso do XXI Governo para com a promoção da acessibilidade dos cidadãos com necessidades especiais ao ensino superior e ao conhecimento (estudantes, docentes e não docentes e investigadores), a área governativa da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, em parceria com outras áreas governativas e diversas instituições, promoveu, para além deste inquérito, um conjunto de iniciativas:

- criação do Grupo de Trabalho para as Necessidades Especiais na Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (GT-NECTES) cujas recomendações integram o Plano Estratégico para as Necessidades Especiais em CTES, estando algumas das recomendações a serem já implementadas, 

- lançamento do Balcão IncluIES no site da DGES, que passou a reunir num único sítio conteúdos sobre apoio à deficiência,

- criação no ano letivo 2017/2018 da Bolsa de Estudo para Frequência do Ensino Superior de Estudantes com incapacidade igual ou superior a 60 %, a qual foi atribuída a 486 estudantes num montante global superior a 660.000 euros,

- alargamento do contingente especial para candidatos com deficiência física e sensorial no Concurso Nacional de Acesso 2018 (CNA), com aumento das vagas e extensão do contingente à segunda fase do CNA: 1.ª Fase do CNA – 4% de vagas para candidatos com deficiência física e sensorial, 2.ª Fase do CNA – 2% de vagas para candidatos com deficiência física e sensorial.

 O referido inquérito está disponível no endereço da DGEEC e seguem em anexo a nota da DGEEC relativa ao inquérito e as tabelas com os resultados.

Para apoiar a tomada de decisão de alunos com necessidades especiais que queiram ingressar no ensino superior sugerimos:

1. Contacto com os gabinetes das Instituições de Ensino Superior para esclarecimento de dúvidas

A equipa do Balcão incluIES compilou os contactos dos gabinetes de apoio e criou o Diretório de Contactos dos Gabinetes de Apoio das IES

http://www.dges.gov.pt/pt/pagina/gabinetes-de-apoio-pessoa-com-deficiencia-no-ensino-superior?plid=1752 

 

2. Consulta das condições de acolhimento das IES

No sítio Web da DGES encontra uma página com Informação sobre as IES.

http://www.dges.gov.pt/pt/pagina/informacao-sobre-ies?plid=1752

 

3. Contacto com as Instituições de Ensino Superior e partilha previa de informação com os profissionais das mesmas. Isso irá certamente potenciar um melhor acolhimento no futuro próximo.

http://www.dges.gov.pt/pt/pagina/gabinetes-de-apoio-pessoa-com-deficiencia-no-ensino-superior?plid=1752

 

Divulgamos uma notícia muito importante para as crianças com Perturbação do Espetro do Autismo (PEA).
Foi criado o primeiro site português com o intuito de ajudar as crianças com esta perturbação na Matemática - o LEMA!

Para além do desenvolvimento do raciocínio matemático destas crianças, quer ainda auxiliá-las nas áreas da linguagem, da leitura, do planeamento ou da gestão de emoções.

Veja a notícia completa: http://uaonline.ua.pt/pub/detail.asp?lg=pt&c=55021 

Quem Somos

A APSA – Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), sem fins lucrativos, que nasceu em Lisboa, a 7 de Novembro de 2003, por vontade de um grupo de pais. Assumimos como Missão: Promover o apoio e a integração social das pessoas com Síndrome de Asperger (SA), favorecendo as condições para uma vida autónoma e mais digna.

Newsletter

Receba todas as novidades por e-mail. Clique aqui para subscrever.

Eventos

Fevereiro 2019
Se Te Qu Qu Se Sa Do
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 1 2 3